07/03/2020

Lajeadense 2020

Derrota na conta da arbitragem

Lajeadense 2020
Derrota na conta da arbitragem
Alviazul largou na frente, mas sofreu a virada do Guarani de Venâncio Aires. Gol da vitória do elenco venâncio-airense originou manifestação contundente do time de Lajeado. Próximo compromisso do Lajeadense ocorre na quarta-feira (11), às 20h, no Estádio Alviazul, diante do São Gabriel
Venâncio Aires – Diversos fatores foram preponderantes para a primeira derrota do Clube Esportivo Lajeadense na Divisão de Acesso 2020. O de maior gravidade foi a questionável atuação do trio de arbitragem, que interferiu decisivamente na vitória do time da casa. Paralelo à arbitragem, a péssima qualidade de iluminação também interferiu no espetáculo protagonizado no Clássico dos Vales.
O torcedor do Lajeadense compareceu e apoiou seu time do início ao fim da partida, mas os comandados do técnico Serginho não tiveram forças para reverter o resultado adverso diante do time do técnico Chicão. Com duas expulsões e um pênalti inexistente, o Lajeadense foi penalizado pela fraca atuação dos homens do apito.
Já o Guarani somou os primeiros três pontos na competição e deixou o representante do Vale do Taquari atrás na tabela de pontuação.
O Lajeadense foi a campo com Guilherme, Bindé, Nascimento, Vítor Dadalt, Alan Bald, Renan, Roger, índio, Marquinhos, Nicolas e Maycon. O Guarani optou em sair jogando com Arisson, Carlos, Carlos Santos, Gustavo, Ícaro, Marcelo, Jackson, Vinícius, Luiz, Aldair e William.
O jogo
O Lajeadense saiu na frente, na primeira etapa, com o camisa 10 Marquinhos. A equipe lajeadense envolveu o time da casa dentro de área e Marquinhos estufou a rede do goleiro Gustavo: 1 a 0. A reação do Guarani ocorreu instantes depois. Bartholdy cobrou escanteio e Vinícius concluiu de cabeça: 1 a 1.
Nos 45 minutos finais, a arbitragem se perdeu no jogo, penalizando o time visitante com muitas faltas, originado duas expulsões e um pênalti duvidoso. Primeiro, o atacante Nicholas, do Lajeadense, que já tinha cartão amarelo, fez falta dura e acabou sendo expulso. Depois, Índio, do Lajeadense, e Vinícius, do Guarani, se envolveram em confusão e receberam o cartão vermelho direto.
Com inferioridade numérica do Lajeadense em campo, o Guarani partiu pra cima do oponente. Aos 38, Hugo fez jogada pela direita de ataque do Rubro-Negro e foi derrubado. O árbitro assinalou pênalti e um tumulto generalizado teve início. Jogadores do Alviazul fecharam o cerco à arbitragem e, somente aos 43 minutos, Arisson, que começou a partida como lateral direito e terminou como ponta esquerda, bateu a penalidade sem chances para o goleiro Guilherme. Chute alto, forte, no ângulo esquerdo, decretando a vitória do Índio: 2 a 1.
Classificação: São Paulo-RG e Inter-SM (4 pontos); Guarany/Bagé, São Gabriel e Guarani-VA (3); Avenida (2); Lajeadense e Bagé (1).