10/10/2019

Lajeadense 2019

Empate diante do Periquito

Lajeadense 2019
Empate diante do Periquito
O Avenida voltou a decepcionar a sua torcida. Depois de sair na frente no placar, o Periquito cedeu o empate e ficou no 1 a 1 com o Lajeadense na noite de quarta-feira, (9), nos Eucaliptos, pela nona e penúltima rodada da Copa Seu Verardi
Santa Cruz do Sul – O duelo foi marcado por quatro expulsões na etapa complementar - três dos donos da casa e uma dos visitantes. Mantido na lanterna do grupo C, com cinco pontos, o time alviverde precisará de um milagre diante do Grêmio na próxima quinta-feira, às 15 horas, em Eldorado do Sul. Além de vencer, terá de tirar o saldo de gols, que hoje é de sete negativos contra dois do Lajeadense. Com oito pontos, a equipe do Vale do Taquari enfrentará o São José no mesmo dia e horário, no Passo d'Areia, em Porto Alegre.
O confronto começou com poucas ações ofensivas dos dois lados. O Avenida explorava mais o lado direito com Elias. Bem postado na defesa, o Lajeadense assustou aos 9 minutos. Pela esquerda, Igor cobrou falta e Fabiano Heves tirou de soco. A melhor oportunidade foi do Periquito aos 16. Após lançamento de Cássio para a grande área, Elias dominou no peito e acertou a trave na saída do goleiro Vitor.
O time do Vale do Taquari não abdicava do ataque e chegava mais em lances de bola parada. Sem chances efetivas de gol, o clássico regional se limitou a muita disposição e pouca inspiração em campo. Resultado: um duelo tecnicamente ruim. O Avenida trocava passes para surpreender o adversário, mas não encontrava espaços. Quando conseguiu quase abriu o placar. Aos 40, Alexandre finalizou forte, Vitor espalmou e, no rebote, Marlon mandou sem direção. Os visitantes chegaram a balançar a rede com Ariel, aos 44, porém a arbitragem assinalou impedimento.
Segundo tempo
Durante o intervalo, o técnico Gelson Conte promoveu duas trocas. Marcos Paraná e Leleco ocuparam as vagas de Alexandre e Erick, respectivamente. Disposto a buscar a vitória, o Avenida voltou melhor e largou em vantagem aos 13 minutos. Depois da cobrança de escanteio, o árbitro David Baquini marcou pênalti de Naílson em Kayron, alegando que o volante puxou a camisa do atacante. Com categoria e frieza, Marcos Paraná bateu no canto esquerdo de Vitor, que caiu para o outro lado – 1 a 0. O Periquito manteve a pressão e criou duas bocas chances em sequência aos 16, com Kayron e Claudinho, que cabeceou e obrigou o goleiro do Lajeadense a uma grande defesa. Mesmo sem ameaçar a meta de Fabiano Heves, a equipe visitante teve paciência para empatar o clássico.
Aos 35, Ariel driblou dois defensores, girou sobre a marcação e mandou para o fundo da rede – 1 a 1 e um balde de água fria nos Eucaliptos. O gol tirou a tranquilidade do Avenida, que ainda perdeu o volante Felipe Manoel. Ele foi expulso aos 44 minutos, após cometer falta dura em Arthur Taufer e levou cartão vermelho direto. Uma confusão marcou o fim do jogo e a Brigada Militar precisou ser acionada para acalmar os ânimos. O zagueiro Luís Henrique e o atacante Kayron, do Avenida, e Mano, do Lajeadense acabaram indo mais cedo para o chuveiro. Fim de papo e o Periquito está praticamente fora da Copinha.
Classificação Chave C: Caxias (15 pontos); São José (13); Grêmio (10); Lajeadense (8) e Avenida (5).
Ficha técnica Lajeadense
Vitor; Igor, Dadalt, Nilo e Mateus; Renan, Arlen (Deivid), Nailson e Allan Patrick (Arthur Taufer); Eberê (Mano) e Ariel. Técnico: Wallace Lemos
Ficha técnica Avenida
Fabiano Heves; Marlon (Felipe Cordeiro), Luís Henrique, Claudinho e Cássio; Índio (Felipe Tchelé), Felipe Manoel, Elias (Flávio Torres), Alexandre (Marcos Paraná) e Erick (Leleco); Kayron. Técnico: Gelson Conte