04/12/2017

Regional Certel Sicredi 2017

Flor de Maio garante título inédito nos titulares

Regional Certel Sicredi 2017
Flor de Maio garante título inédito nos titulares
Nos aspirantes quem deu a volta olímpica foi à equipe do Rudibar de Bom Retiro do Sul. Já nos veteranos, o Gaúcho de Teutônia soltou o grito de “é campeão”
Venâncio Aires – A Associação das Ligas do Vale do Taquari (Aslivata) realizou no domingo (2), no Estádio Edmundo Feix, os jogos de volta, das finais do Regional Certel Sicredi 2017, envolvendo as categorias de titulares e aspirantes. Novamente o público compareceu em grande número, lotando as dependências, da casa do Guarani de Venâncio Aires. Pela manhã, a equipe da Assespe de Grão Pará sediou a partida decisiva da categoria veterano diante do Gaúcho de Teutônia.
Antes de iniciar o confronto dos titulares entre as equipes do Flor de Maio e Palanque, foi realizado um cerimonial com a entoação do Hino Rio-grandense e do Hino Nacional.
Titulares
O time do Palanque, do técnico Cleber Eisermann, optou em sair jogando com Alenkar, Leo scherer, Nega, Rodrigo, Vinicius, Jeison, Bocão, Jones, Colares, Leo Scienza e Nissinho. Pelo lado do Flor de Maio, do treinador Gilmar Möhr, iniciaram a partida Dick, Oziel, Paulinho, Jeison, Beto, Dudu, Tigrinho, Ceará, Marcos Konzen, Rafael Bitencourt, e Tiago Lünck. No comando da arbitragem, Mateus Selke, tendo como auxiliares Juarez Junior de Melo e Carlos Nascimento.
O jogo
O primeiro tempo foi de domínio do Flor de Maio, que teve duas chances claras de abrir o placar, com conclusões de Rafael Bitencourt e Marcos Konzen encontrando defesa na trave. O Palanque só conseguiu levar perigo ao gol adversário aos três minutos da etapa complementar, em chute de longa distância de Jones. O goleiro Dick pulou como um gato e conseguiu espalmar apara escanteio. Um minuto depois Léo Scienza fez fila no sistema defensivo do Palanque e concluiu a gol. Novamente Dick teve que demonstrar reflexo apurado. Aos 15, a resposta do Flor de Maio. Oziel cruzou, mas Tiago Lünck chegou atrasado. Um minuto depois, o árbitro já ahvia paralisado a jogada, mas mesmo assim Marcos Konzen mandou para o fundo da rede do goleiro Alenkar. Como punição, recebeu o cartão amarelo do árbitro Mateus selke. Aos 23, Leo Scienza cobrou falta da direita. Colares subiu no 3º andar e carimbou o travessão da meta do goleiro Dick. Aos 34, Dani Boy iniciou a jogada. Ele tocou para Tiago Lünck que devolveu. Dani chutou de dentro da área, num tiro frontal. Golaço: 1 a 0. Aos 37, contra-ataque do Palanque. Na finalização de Jones, Dick voltou a brilhar embaixo das traves. Aos 39, saída errada do Palanque. Dani Boy cruzou da direita. Dudu apareceu sozinho na pequena área e cabeceou certeiro: 2 a 0.
Aspirantes
O Rudibar de Bom Retiro do Sul, do técnico Jerônimo, iniciou o confronto com Biel, Vítor, Guigui, Ranieri, Diego, Fernando, Dada, Jatik, Kesley, Deivid e Brilha. Já o Rui Barbosa de Arroio do Meio, do treinador Luis Carlos e do auxiliar Cavalo, optaram em sair jogando com Jeferson, Diego, Mates, Wagner, Willian, Petry, Ninho, Rafael, Guto, Filipinho e Maurício.
O jogo
A primeira chance clara de abertura do marcador foi do Rudibar de Bom retiro do Sul. Aos 30 minutos, bate-rebate na área do Rui Barbosa. Dada ficou com a sobra, mas mandou por cima do travessão. Dois minutos depois, Ninho escapou pela direita e dentro da área fez o arremate. Biel defendeu com o braço aberto, no estilo Marcelo Grohe, salvando o Rudibar. Aos 42, Brilha puxou o contra-ataque e tocou para Dada. Ele fez a conclusão. A bola bateu na trave e no goleiro Jeferson, mas foi morrer no fundo da rede do elenco arroio-meense. Dada era só alegria, pois foi seu primeiro gol na competição. Rudibar: 1 a 0. Com três minutos da etapa final, Felipinho carimbou a trave da meta do goleiro Biel. Aos oito, Keslei, do Rudibar e Felipinho, do Rui Barbosa se envolveram em uma discussão e acabaram levando o cartão vermelho do árbitro Paulinho Rodrigues. Aos 17, Vítor chutou de longa distância e acabou encobrindo o goleiro Mateus Bruxel. O chute no estilo Ronaldinho Gaúcho diante da Inglaterra ou de E4dcarlos, da Chapecoense diante do Coritiba, foi muito aplaudido pela torcida bom-retirense: 2 a 0. Aos 24, Allan Viana fintou a marcação e chutou da intermediária. A bola fez uma curva em sua trajetória e foi morrer no ângulo do arqueiro Bruxel. Golaço: 3 a 0. Aos 28, pressão total do Rui Barbosa dentro da área do Rudibar. No bate-rebate a bola sobrou para Jacó Satler anotar o gol de honra do tricampeão regional: 3 a 1.
Veterano
Como já havia ocorrido no jogo de ida da decisão do Regional Certel Sicredi, foi o jogador Vanderlei Weiand, o “Peixe” quem inaugurou o placar a favor do Gaúcho de Teutônia, do técnico Gilson Hollmann, no embate diante da Assespe de Venâncio Aires. Ainda na primeira etapa, Peixe acertou um poderoso arremate de fora da área e estufou a rede do oponente: 1 a 0. O Assespe conseguiu igualar o escore aos cinco minutos da etapa final. Traíra cruzou da esquerda. Fernando apareceu de surpresa no lado oposto e concluiu. O goleiro Charles Dick, o “Chalera” conseguiu interceptar parcialmente, mas a “gorduchinha” foi morrer no fundo da rede: 1 a 1. Aos 20, a Assespe teve a chance de anotar o tento do vira-vira. Gersinho cruzou da esquerda, mas Fernando concluiu rente a trave. A partir daí o Gaúcho tratou de administrar o resultado.
15ª Rodada – Final – Jogo de Volta – Dia: 3/12 – Titulares – 16h30min
Venâncio Aires – Palanque 0x2 Flor de Maio (*)
(*) – Equipe que joga por dois empates
Classificação Geral Titulares: Flor de Maio (34) e Palanque (27).
15ª Rodada - Final – Jogo de Volta – Dia: 3/12 – Aspirantes - 14h30min
Venâncio Aires – Rui Barbosa/Arroio do Meio (*) 1x3 Rudibar/Bom Retiro do Sul
(*) – Equipe que joga por dois empates
Classificação Geral Aspirantes: Rudibar (31) e Rui Barbosa (27).
Veteranos
Final - Jogo de Volta - Dia: 3/12 – 10h
Venâncio Aires – Assespe (*) 1x1 Gaúcho/Teutônia
(*) – Equipe que joga por dois empates
Classificação: Assespe/Venâncio Aires e Gaúcho/Teutônia (27 pontos).